3 de jul de 2017

A Parábola e a Verdade

Há alguns cujas palavras são como pontas de espada, mas a língua dos sábios é saúde. (Pv 12:18)
A Verdade visitava os homens sem roupas e sem adornos, tão nua quanto o seu nome. Por isso, todos os que a viam viravam-lhe as costas, de vergonha ou de medo, e ninguém lhe dava
as boas-vindas.
Assim a Verdade percorria os confins da Terra, rejeitada e desprezada.
Numa  tarde,  muito  desolada  e  triste,  encontrou  a  Parábola,  que  passeava  alegremente,
num traje belo e muito colorido.
— Verdade, por que está tão abatida? – perguntou a Parábola.
— Porque devo ser muito feia, já que os homens me evitam tanto!
— Que disparate – riu a Parábola. – Não é por isso que os homens a evitam. Tome, vista
algumas das minhas roupas e veja o que acontece.
A Verdade pôs algumas das lindas vestes da Parábola e, de repente, por toda a parte
onde passava era bem-vinda.
A Parábola disse:
— A verdade é que os homens não gostam de encarar a Verdade nua; eles a preferem
disfarçada!

SHARE THIS

Author:

Etiam at libero iaculis, mollis justo non, blandit augue. Vestibulum sit amet sodales est, a lacinia ex. Suspendisse vel enim sagittis, volutpat sem eget, condimentum sem.

0 comentários:

Deixe seu comentário.