15 de mai de 2009

Poder, Amor e Fé.

Hoje, vivemos em tempos onde a fé tem estado em alta, tem se tornado um dos principais assuntos em pregações. E o “demonstrar poderé sinal de que Deus é contigo. Portanto todos querem demonstrá-lo.
Certa vez, Jesus passava por Samaria e seus discípulos, não conseguindo lugar onde pousar, disseram à Jesus: Senhor, queres que mandemos descer fogo do céu para os consumir? Jesus, porém, voltando-se os repreendeu e disse: Vós não sabeis de que espírito sois.” (Lc 9:54-55 ARA)
Os discípulos Tiago e João estavam empolgados. Afinal na sequência já haviam expulsado demônios, curado enfermos (Vs. 1 ao 6), tiveram participação na multiplicação dos pães (vs 12 ao 17) e estavam naquele pequeno grupo seleto de discípulos que testemunhou da transfiguração de Jesus (vs 28 a 36). Assim, como hoje, há muitas pessoas que têm sido usadas por Deus e testemunhado das suas maravilhas, e crêem que já sabem tudo. Este é um grande erro!! Jesus estava pronto para dar mais uma lição àqueles discípulos, como, também hoje, a muitos de seus servos, respondendo-lhes: Vós não sabeis de que espírito sois” (V. 54).
Muitos estão sedentos em demonstrar o poder e até o fazem com maestria. E a ênfase neste assunto tem sido largamente difundida, mas de que espírito você é??
Você pode estar me respondendo que o apóstolo Paulo escreveu: A minha palavra e a minha pregação não consistiram em linguagem persuasiva de sabedoria, mas em demonstração do Espírito e de poder,”(1Co 2:4 ARA). Isto é verdade, mas o mesmo Paulo escreveu a respeito de seus irmãos judeus: Cristo sabe - e também o Espírito Santo - que não é mera pretensão minha quando digo que estaria pronto a ser condenado eternamente, se isso pudesse salvá-los.” (Rm 9:3 Bíblia Viva). Paulo colocaria a sua salvação em risco se soubesse que isso resultaria em salvação dos judeus. O que você me diz disso?? Eu sei o que Jesus diz: Ninguém tem maior amor do que este: de dar alguém a própria vida em favor dos seus amigos.” (Jo 15:13 ARA)
Se você estava empolgado pela manifestação do poder, o que me diz do amor??? Isto te empolga?? Quantos vão assistir a uma reunião na igreja quando o pastor anuncia que o assunto é o amor (não falo de vida sentimental, mas do amor de Deus)?? Certamente não dará uma grande audiência.
Mas de que espírito você é mesmo??? Com a Palavra: Paulo: Porque Deus não nos tem dado espírito de covardia, mas de poder, de amor e de moderação.” (2Tm 1:7 ARA). Muitos lêem até a palavra poder e param. João não parou por aí, ele escreveu: Aquele que não ama não conhece a Deus, pois Deus é amor.” (1Jo 4:8 ARA)
João aprendeu tanto que nos dá o antídoto contra a covardia ou o medo:No amor não existe medo; antes, o perfeito amor lança fora o medo. Ora, o medo produz tormento; logo, aquele que teme não é
aperfeiçoado no amor.” (1Jo 4:18 ARA).
Alguns acreditam que quem teme não tem fé, João declara que medo é falta de amor. E Você???
Os pensamentos de Deus são mais altos. Jesus declara: Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus. Muitos,
naquele dia, hão de dizer-me: Senhor, Senhor! Porventura, não temos nós profetizado em teu nome, e em teu nome não expelimos demônios, e em teu nome não fizemos muitos milagres? Então, lhes direi explicitamente: nunca vos conheci. Apartai-vos de mim, os que praticais a iniqüidade.” (Mt 7:21-23 ARA)
Eu grifei a palavra muitos, porque se você tirar muitos de um todo sobra poucos. Poucos se salvarão! Mas de quem Jesus está falando??? Não são daqueles que demonstraram o poder durante sua vida terrena?? Pois o que será que faltou (faltará) a essas pessoas??? Eu tenho minha opinião: Amor.
Minha intenção não é ser contrário à matéria fé, demonstração de poder, mas quero demonstrar que o evangelho é um todo. Não podemos olhar apenas para um lado e esquecer o outro. A fé tem que caminhar junto com o amor. A Escritura fala da fé que opera pelo amor (Gl 5:6). Paulo afirma: Agora, pois, permanecem a fé, a esperança e o amor, estes três; porém o maior destes é o amor”. (1Co 13:13 ARA). A maiorobra que Jesus realizou foi a do amor.
Aquele que não ama, não conhece a Deus, pois Deus é amor. Nisto se manifestou o amor de Deus em nós: em haver Deus enviado o seu Filho unigênito ao mundo, para vivermos por meio dele. Nisto consiste o amor: não em que nós tenhamos amado a Deus, mas em que ele nos amou e enviou o seu Filho como propiciação pelos nossos pecados. Amados, se Deus de tal maneira nos amou, devemos nós também amar uns aos outros. Ninguém jamais viu a Deus; se amarmos uns aos outros, Deus permanece em nós, e o seu amor é, em nós, aperfeiçoado. (1Jo 4:8-12 ARA)

SHARE THIS

Author:

Etiam at libero iaculis, mollis justo non, blandit augue. Vestibulum sit amet sodales est, a lacinia ex. Suspendisse vel enim sagittis, volutpat sem eget, condimentum sem.

0 comentários:

Deixe seu comentário.